Monday, November 24, 2008

Desafio

Fui desafiada pela Cassandra a...

1.Colocar uma foto minha.

2.Escolher um artista ou banda favorita.

3.Responder às questões ,que se seguem, utilizando títulos de canções do tal artista ou banda escolhida.

4.Passar o desafio a 4 pessoas.



Cá vai disto:



1.





(E já é revelar muito) :P


2. Como não podia deixar de ser:






3.


1-És homem ou mulher: Only Women bleed.
2-Descreve-te: Every rose has its thorns.

3-O que é que as outras pessoas pensam a teu respeito: You’re crazy.

4-Como descreves a tua última relação: Civil War.

5-Descreve o estado actual da tua relação: One in a million.

6-Onde gostarias de estar neste momento? Nightrain.

7-O que pensas a respeito do amor? It’s so easy.

8-Como é a tua vida? It tastes good.

9-O que pedirias se apenas tivesses um desejo? Garden of Eden.

10-Escreve uma frase sábia: You can't put your arms around a memory.



4. Finalmente, passo o desafio a:



Lita


Sofia


Kaila


Sayuri

6 comments:

Sofia said...

Desafio aceite ;)

Beijinhos,
Sofia

Lita said...

Aceitei!!! :)

kaila said...

Desafios são comigo!!!:)

[Cassandra] said...

Pena é que os Guns não tenham ficado sossegadinhos. Melhor dizendo, o Axl, pois o álbum, por muitos esperado, Chinese Democracy :) a meu ver é uma desgraça. É irónico.. até que combina com o nome... Chinese.. Democracy... mais do que uma utopia, parece uma impossibilidade. Já o ouvi e detestei. O homem perdeu-se por completo. Ou seja, criou algo impossível de se ouvir/digerir.

Quanto ao que ficou para trás, é excelente. Um marco na história do rock. Às vezes mais vale desistir e deixar o mito formar-se.

Para quem gosta dos Guns antigos, mais vale ouvir Velvet Revolver, pois estes novos Guns a mim é que não me convencem.

Beijocas.

carol said...

Cassandra,
tens toda a razão, o novo album é mais que pobrezinho, não gosto nada.
Fui ver os Guns ao Rock in Rio e apesar da malta se ter divertido, ficou no ar uma sensação de nostalgia, já não é a mesma coisa.
O problema dos Guns foi terem perdido o Slash que, para mim, era a alma do grupo. Foi ele que compôs algumas das melhores canções que eles têm.
Por falar em Slash, um dos poucos amigos que fiz em Stoke-On-Trent, contou-me que há cerca de 12 anos atrás tomou um copo com ele. O Slash foi criado em Stoke e ainda tem lá família. O meu amigo foi-lhe apresentado depois de ter conhecido um Sr., num pub, que dizia ser tio do artista. E era mesmo! :)
O mundo é pequeno!

[Cassandra] said...

Essa história do Slash não fazia a mínima. Ele há coincidências!

Eu gosto muito do Slash, mas quando era mais novita tinha um fraquinho muito grande pelo Duff... I have a thing for bass guitar. :)